Bem-vindo ao site !

#OnceUponATime Resenha do episódio: 4.22 "Operation Mongoose"

By 11.5.15


O último episódio da quarta temporada de Once Upon a Time deu as caras no domingo e como sempre, deixou um gancho para a quinta temporada que vai fazer a passagem do tempo parecer mais lenta. Foi um episódio focado em casais, com cenas pra lá de fofas e também tristes envolvendo Rumbelle, Outlaw Queen e Capitain Swan,* mas também trouxe o Henry, personagem principal que parecia figurante no último ano, de forma surpreendentemente participativa.
O episódio começou em 1966, num daqueles flashbacks do mundo real. Conhecemos mais da história do Isaac, que ele vendia TVs enquanto tentava essa vida de escritor. Então, vemos que o Aprendiz o encontra no mundo real e o dá a oportunidade de ser o novo Autor porque o antigo faleceu à pouco (vale lembrar que Walt Disney faleceu em 1966. Essa não seria a primeira referência a ele na série.) 
Depois de descobrir como Isaac virou o odiado autor do livro que rege a vida dos personagens, voltamos para onde o episódio 21 parou, quando Isaac está escrevendo o novo livro que conta as história alternativa dos heróis e vilões. Assim que ele põe o ponto final, e admito que gostaria de ter esse poder de escrever tão rápido, os personagens desaparecem, só sobrando Henry em Storybrooke.
Isaac teve sua realidade alterada imediatamente. Amei toda a parte do sucesso dele como escritor, já que seu livro "Heroes & Villains" virou best-seller, ele possuía legiões de fãs, assim, instantaneamente. Isso foi meio sem lógica, o que acontece muito em OUAT, mas com o tempo aprendemos a relevar (convenhamos que só assim pra continuar assistindo.) Amei essa parte porque as cenas foram engraçadas e me pegaram de surpresa.  A série nem parecia a mesma.
A raiva que comecei a sentir de Isaac foi crescendo com cada segundo de seu discurso sobre seu livro, afinal ele estava ganhando dinheiro e fama às custas da infelicidade dos personagens que amamos.
Ainda bem que Henry chegou e roubou a cópia original do livro, colocou uma chave numa porta na página e entrou no último capítulo do livro. (Que facilidade, ein!)
Chegando lá, Henry e o escritor (que ele acidentalmente levou junto) se encontram na floresta encantada e a partir daquele momento, quando o livro chegasse ao fim, tudo ficaria daquele jeito pra sempre. (Outra parte que não faz sentido, nem teve explicação plausível, mas vale lembrar que isso aqui é Ouat e a gente assiste pelo amor. Desliga a parte esquerda do cérebro.)
Nesse mundo diferente, vemos que Rumple é um herói, que vive feliz com Belle. Ele salva Henry de uma armadilha feita por Isaac (que aliás, é um pé no saco e fica tentando atrapalhar tudo o tempo todo porque afinal, é o final feliz dele que está em jogo.)
Henry então encontra Regina, mas ela não acredita nele. Regina que por sua vez está fugindo de Snow White, que é uma vilã impiedosa. Juro que os olhares sombrios da Ginny me deram calafrios. Ela atuou muito bem! Uma coisa que achei muito interessante foi o modo como o final feliz dela foi arruinado por Regina, quando esta sem querer querendo provocou a morte do Charming e Snow o substituiu por seu irmão gêmeo, mas sem nunca poder amá-lo de verdade. Well played, Adam & Ed. Well played.
Logo descobrimos que nesse mundo, não há lugar para uma salvadora. E que Isaac é mesmo digno de nosso ódio: ele pôs Emma trancada numa torre, trancada lá por Snow White, a nova Evil Queen, sendo a única que lembrava de tudo, mas of course ninguém acreditava nela.
Mas Henry a salva com a ajuda de Hook (esqueci de mencionar que ele está mais gostável nesse episódio) e os momentos que  Emma tem com Hook são fofos demais. Porém Hook morre. E descobrimos que Emma o ama! Ela chora, ao estilo Emma que quem assiste sabe, e diz "o homem que eu amava morreu e eu nunca disse que o amava." Então, meu coração se partiu em alguns milhares de pedacinhos. (Mais tarde descobri que ele ainda está vivo no mundo real, e prendi a respiração no momento do reencontro quando Emma teve o momento perfeito para dizer que o amava e não disse.)
Regina precisa salvar o dia impedindo Robin de se casar com Zelena, que ela não sabe que é sua irmã, mas não consegue. O Rumple volta a ser vilão de uma hora pra outra e o sacrifício da Regina, que entra na frente do Henry para protege-lo do Dark One, salva a todos e Henry, descobrindo que é o novo escritor, faz com que eles voltem a Storybrooke escrevendo uma frase numa página em branco. Toda a correria foi familiar, ao estilo finale da terceira temporada, com a viagem pro passado que só durou um episódio.
De volta a Storybooke, nos minutos finais do episódio, deu pra sentir que eram aqueles minutos responsáveis pelo cliffhanger para a próxima temporada. E não foi pouco não: Henry quebra a caneta, deixando assim que a tentação de mudar a história não o atinja, descobrimos que o feiticeiro é o Merlin, Rumple é liberto da adaga, porém a escuridão também se liberta da adaga e tenta possuir a Regina. Emma então pega a adaga e chama a escuridão para si. O que sobra é a audiência estarrecida quando Emma some, evapora e ninguém sabe pra onde a bendita foi.
O que revolta um pouco é como tudo parece tão fácil na season finale. Quando o Aprendiz é libertado do chapéu, dá vontade de rir de nervoso. E ainda é pelas mãos de Blue Fairy, que colocou a vassoura dele ao lado de chapéu e bum, lá estava ele. Então ele liberou o poder da adaga de forma tão simples que eu fiquei insultada. Se era tão simples, por que Rumple não fez isso antes?
Ok, já usei o lado esquerdo demais pra Ouat. No geral, eu diria que foi uma finale extraordinária e acima das minhas expectativas em termos de atuação, efeitos e história, que apesar de ter furos e pontos mal explicados, foi surpreendente e conseguiu reacender a chama da série, coisa que faltou por algum tempo nessa temporada, com personagens adormecidos em plots mal escritos (não quero nem começar a falar sobre a volta da Marian/Zelena).
Para a próxima temporada, ficaram as seguintes perguntas: pra onde diabos Emma foi? Como Rumple será quando acordar com seu coração limpo e cintilante? Belle e Rumple vão ficar juntos? Emma vai ficar má? Quem é o pai da Lily? Como o filho de Zelena vai afetar a vida de Regina?
E assim temos que esperar até Setembro para viver felizes (ou não) para sempre uma outra vez.

Rumbelle = Rumplestilskin + Belle
Outlaw Queen = Robin Hood + Regina Mills
Capitain Swan = Emma Swan + Hook (Killian)

Você Também Pode Gostar

0 comentários